• @UsConservadores

No Brasil, O Crime Compensa

Escrito por: Renan Jorge


Novamente, os nomes de Dias Toffoli e Augusto Aras aparecem em dissonância com a operação lava jato. Parece que o espírito petista desses indivíduos não deixou-os em momento algum: continuam rancorosos e invejosos pelos feitos da operação.


O ataque à operação lava jato mesmo que não culmine em nada agravante é o suficiente para desgastar sua imagem perante a opinião pública. E os objetivos dessa investigação, que soam como atos desesperados para soltar os ídolos corruptos, parecem do agrado Bolsonarista. No fim, o grande desejo de Bolsonaro é fazer oposição ao PT sua vitória na eleição deve-se a isso. O medo de concorrer com nomes como o de Sérgio Moro fica cada vez mais aparente em Bolsonaro, e seu fiel escudeiro, Augusto Aras, tem contribuído para o fim dessa inquietação.


Todos sabem que Moro é um defensor assíduo da operação lava jato, e a população, durante a eleição de 2018 e mesmo agora, apesar dos ataques combinados dos fanáticos, manifestou apoio ao Moro pela defesa dessa bandeira. Causar danos à lava jato é do interesse dos espíritos mais baixos, os espíritos que voluntariamente decidem contribuir com a impunidade. No Brasil, ninguém precisa preocupar-se com a aplicação da lei, quando têm-se verdadeiros colaboradores da impunidade, como o senhor Dias Toffoli e Augusto Aras. Assim como Bolsonaro, esses sujeitos desejam manter a velha política viva no ideário popular, chegando a proteger nomes como o de José Serra em detrimento de uma investigação, mas, ao mesmo tempo, contribuindo para o desgaste de uma operação que, gostem ou não, ainda possui apoio popular. No Brasil, o crime compensa.

28 visualizações0 comentário

Receba Nossos Artigos:

Os Conservadores © 2020