• @UsConservadores

Venezuela: A Ditadura Democrática

Atualizado: Jan 13


Ao intelecto de você, caro leitor, o título pode parecer um tanto paradoxal? Se a resposta for positiva, poder-se-á dizer que estamos a pensar de um modo realista e aceitável, mediante ao assunto proposto. Se a resposta for negativa, e, de fato, o leitor venha a pensar que a Venezuela é uma linda democracia, eu recomendar-lhe-ia um terapeuta urgente, mas suspeito que, dependendo do consultório, esse comportamento seja reforçado.


Usar esse espaço para dizer o quanto é inaceitável um posicionamento que coadune com a ditadura venezuelana pode parecer um tanto enfadonho, mas uma crítica é mais do que necessária. E, sem surpresas, o PT foi um dos primeiros partidos a felicitar e solidarizar-se com o regime venezuelano, cujo rito eleitoral serviu apenas para conceder mais poderes ao "presidente" Nicolás Maduro.


Sob o pretexto de combater o que foi chamado de imperialismo americano, a nota petista apenas reforça sua desajustada visão da realidade, conjecturando o mau-caratismo de sua posição ideológica.


Ora, o que dizer de um partido que está a usar a expressão "imperialismo americano", quando esse mesmo partido, que por sorte não logrou êxito desejável no Brasil, falhou em seu projeto de perpetuação no poder?


Com isso estou apenas a lembrar você, caro leitor, da famosa frase proferida por José Dirceu: "vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar a eleição".


De fato, essa afirmação não está imbuída de mentira, talvez nos dois aspectos. Em primeiro lugar, porque a "mentalidade petista" ainda reside em Brasília aqui estou a falar no famoso Bolsopetismo. Em segundo lugar, porque tomar o poder é realmente diferente de vencer uma eleição.


Poder-se-á dizer que o presidente da República, Jair Bolsonaro, ganhou a eleição, mas, após sucessivas demonstrações de "articulação política", não seria exagero dizer que o poder está nas mãos do Centrão. Nessa negociação imoral e, em alguma medida, ilegal, quando se está a pensar na independência dos poderes prevista em nossa constituição, apenas se está a observar o velho jogo da nossa "República Democrática".


Enfim, penso que a democracia não é o regime mais adorável entre os partidos totalitários, visão que está a demonstrar a impossibilidade de uma democracia numa ditadura. Seja o presidente do Brasil, que também já felicitou figuras totalitárias, seja o presidente do partido petista, seja o presidente da Venezuela, todos nutrem algo em comum: o poder acima de tudo e todos.


Por Renan Jorge.


19 visualizações0 comentário

Receba Nossos Artigos:

Os Conservadores © 2020